sexta-feira, 23 de março de 2012

Desfrutando do Amor de DEUS









“Quando, pois, soube que Lázaro estava doente,
ainda demorou dois dias no lugar onde estava.” (Jo 11.6)


Muitas vezes não entendemos “os tempos” de Jesus em nossas vidas. Este texto em questão é claro em afirmar que Jesus amava a Lázaro e suas irmãs e mesmo sabendo que ele estava enfermo ainda se demorou dois dias para ir vê-lo. A Bíblia também afirma que Ele nos ama da mesma forma com que amou a Lázaro e a toda humanidade e, portanto, não somos diferentes de ninguém quanto ao amor de Deus e então, não vamos esperar um tratamento “vip” para nós.

O que precisamos aprender é que o tempo e os projetos de Deus nem sempre coincidem com os nossos. Muitas vezes nosso desejo é que as coisas ruins nem aconteçam conosco, mas Deus muitas vezes permite que algo que não desejássemos aconteça para que Ele possa se manifestar e quando isso acontece, nós chegamos a dizer que foi bom termos passado por isso, para que conhecêssemos mais do amor de Deus por nós.

Precisamos nos acostumar mais com Deus como um Pai, que foi capaz de entregar Seu único Filho por amor a cada de um nós. Se Ele fez isso, será que podemos ousar a pensar que por algum motivo, Ele nos deixaria passar por situações complicadas sozinhos e desamparados? Pare agora e pense por alguns instantes, quantas vezes você já se sentiu desamparado por Deus e chegou a pensar que Ele não se importava com o que você estava passando naquela situação, e quando você achava que já não tinha mais solução, Deus apareceu e resolveu tudo de uma maneira sobrenatural?

Quero lhe dizer nesse dia, que tudo o que você tem passado está diante dos olhos de Deus e que nada Lhe passa despercebido. Se assim não fora, Ele deixaria de ser o Deus Onisciente, Aquele sabe de todas as coisas, inclusive o que está mais escondido no seu coração. Entenda que, se Ele ainda não se manifestou em sua vida, é porque ainda não é hora dEle fazer Sua “entrada triunfal”! Porque quando Ele aparecer, todas as pessoas O verão e todos terão a certeza de que você serve a um Deus vivo e presente. Ele não se atrasa, mas também não se adianta. O nosso relógio é que nem sempre coincide com o dEle. Mas, descanse, Ele não está acostumado a falhar, aliás, essa palavra não faz parte do Seu vocabulário.

No grego existem duas palavras para tempo que irão nos ajudar a compreender o relógio de Deus: cronos e kairos, sendo que cronos é o nosso tempo como estamos acostumados a medir com horas, dias, meses e anos. Agora, quando se fala em kairos, esse é o tempo de Deus e é com esse “relógio” que Ele conduz todos os Seus projetos, inclusive a sua vida. A Palavra de Deus diz que para Deus um dia é como mil anos e mil anos como um dia (2Pe 3.8). Ele não mede o tempo como nós o medimos e não se limita ao nosso tempo como nós nos limitamos. Ele é o Senhor do tempo. O tempo está sujeito a Ele e não Ele sujeito ao tempo. Precisamos nos acostumar mais com o tempo de Deus do que com o nosso.

Neste texto do Evangelho de João, quando Jesus chegou à casa das irmãs de Lázaro, para elas e para todos que estavam ali, já era tarde demais. Lázaro havia morrido e tinha sido sepultado há quatro dias. Era tarde demais. Alguns até questionaram Seu amor por Lázaro. Você já questionou o amor dEle por você? Quando todos pensavam que já não haveria mais solução, Jesus, com uma Palavra, ressuscita a Lázaro e ali, todos conhecem o Deus que até a morte se sujeita a Ele. Será que seu problema é mais sério do que o das irmãs de Lázaro? Ainda que seja, uma Palavra de Deus pode mudar toda a sua realidade.

A partir de hoje, comece a olhar menos para seu relógio e mais para o relógio de Deus. O dEle não precisa trocar a bateria ou dar corda, não se atrasa nem se adianta, não entra em horário de verão e não tem fuso-horário. Em todas as partes do mundo este relógio sempre está marcando a hora certa, a hora determinada por Ele. E quando o kairos dEle coincide com o seu cronos, o milagre acontece!

Quem sabe hoje é o dia dessa coincidência?

Pr. Marcelo